Sindicato APEOC entrega Carta ao Governador cobrando efetivação de conquistas

22


A direção do Sindicato APEOC foi recebida na manhã desta terça-feira (03) pelo chefe da Casa Civil do Estado, Nelson Martins. Os dirigentes entregaram uma carta destinada ao governador Camilo Santana cobrando o cumprimento das pautas já negociadas com a Secretaria da Educação em 2017 e que ainda se encontram pendentes, como:


  • pagamento das promoções sem titulação;


  • publicação dos atos de estabilidade;


  • gratificação das EEPs;


  • concurso público;


  • calendário da eleição para gestores;


  • garantia do reajuste da Regência de Classe (+3,5%/Novembro).


Veja a Carta ao Governador AQUI.


Além do presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, a entidade foi representada pelo secretário-geral, Helano Maia; pela tesoureira, Penha Alencar; e pelo secretário de Assuntos para Aposentados, Juscelino Linhares.


Anizio Melo lembrou ao chefe da Casa Civil que essas demandas já foram consolidadas na Campanha Salarial de 2017, mas o Governo tem demorado a efetivar as conquistas, gerando insatisfação em toda a categoria. Anizio questionou o secretário se há algum tipo de obstáculo dentro da estrutura administrativa do Governo do Estado em relação às pautas da Educação.


Durante o encontro, Nelson Martins encaminhou a carta ao governador Camilo Santana e também ao secretário da Educação, Idilvan Alencar. Ele disse que vai aguardar os encaminhamentos e em breve irá entrar em contato com o Sindicato. Mesmo com as medidas tomadas, Anizio Melo cobrou celeridade do Governo e disse que a categoria tem pressa. O Sindicato APEOC exige uma solução desse impasse em outubro . Esse é o nosso prazo, finalizou.


Financiamento da Educação


Na Carta ao Governador, elaborada pelo Sindicato APEOC, a entidade faz uma breve análise de conjuntura a respeito dos recursos públicos destinados à Educação e alerta para um colapso nas contas caso o Fundeb não se torne permanente, como reivindica o Sindicato APEOC e a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE). Anizio Melo reforçou a necessidade do Governo do Estado se envolver nessa luta nacional em defesa do Novo Fundeb, com maior participação da União e novas fontes de financiamento. Nelson Martins prometeu levar o caso ao governador Camilo Santana.


Audiência com Seduc


A Secretaria da Educação do Estado adiou o dia da audiência da Mesa Permanente de Negociação, anteriormente marcada para a próxima sexta-feira (06). O encontro está agendado para o dia 11 de outubro.


Fonte: Assessoria de Comunicação da Apeoc