Conferência discute o fortalecimento da Agricultura Familiar e da Reforma Agrária

18



Acontece nos dias 24 e 25 de fevereiro, no Ceará, a etapa estadual da 2ª Conferência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural na Agricultura Familiar e na Reforma Agrária (2ª CNATER) que é um espaço de debate que visa reafirmar e fortalecer a importância da participação social no processo de formulação das políticas públicas voltadas para o rural brasileiro.


A etapa nacional, prevista para ocorrer entre 31 de maio e 3 de junho desse ano, em Brasília, acontece logo após das conferências territoriais, municipais, intermunicipais, estaduais, distrital e temáticas. Os debates da Conferência terão como referência a Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Pnater).


“É o momento de alinharmos a coordenação para que possamos ter uma conferência de sucesso do ponto de vista da construção política que estamos fazendo, ou seja, uma metodologia que garanta um bom debate desde o território até a etapa nacional, para que a gente tire diretrizes e ações que possam aperfeiçoar a Política Nacional Ater” explica o coordenador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável (Condraf), Rodrigo Amaral.


Com o lema “Ater, agroecologia e alimentos saudáveis”, a Conferência tem o objetivo de estabelecer estratégias e ações prioritárias para promover a universalização da Ater pública e de qualidade aos agricultores/as familiares do Brasil, visando ampliar a produção de alimentos para todos. A Conferência envolve, em todo o processo, representações das diversas instâncias de governo e da sociedade civil.


A Conferência será norteada por eixos temáticos: Sistema Nacional de ATER – Fortalecimento Institucional, Estruturação, Gestão, Financiamento e Participação Social; Ater e Políticas Públicas para a Agricultura Familiar e Formação e construção de conhecimentos na ATER.


Também terá Eixos transversais que serão trabalhados em toda a Conferência, contando com metodologia própria, garantindo seus debates e proposições:Ater para mulheres rurais; Ater para jovens rurais e Ater para povos e comunidades tradicionais.


A 2ª CNATER é uma realização do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) sob a coordenação do Conselho Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável (Condraf) e se insere na estratégia de fortalecimento de espaços e formas de diálogo e participação social, que vem sendo desenvolvida nos últimos anos pelo Governo Federal.


— 


Hariádina Salveano