Tensão no comando nacional do PSDB gera crise entre Tasso e Aécio

11


O futuro político do senador Aécio Neves (PSDB-MG), está sendo discutido em São Paulo, o presidente interino da sigla, senador Tasso Jereissati, junto com o governador Geraldo Alckmin e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, estão avaliando o clima de tensão da bancada do PSDB em reunião no Senado na noite da última quarta-feira, 18.


Os senadores avaliam que a permanência de Aécio na presidência do partido, prejudica a imagem do PSDB e complica a todos nas eleições de 2018.


Aécio conseguiu dos seus pares 44 votos favoráveis contra 26, para derrubar duas medidas cautelares imposta pelo Supremo Tribunal Federal – STF. O senador estava proibido de exercer o mandato e de deixar sua residencia no período da noite.


Tasso reuniu a bancada do PSDB em Brasília, inclusivo Aécio, que havia retornando ao Congresso, o senador mineiro ficou chateado com às declarações dadas por seus colegas à imprensa e com a fala do senador Tasso que afirmou que o Aécio não tem condições de permanecer como presidente do partido. Em resposta para à imprensa, Aécio destacou que não trata de questões partidárias pela imprensa.