Secult Ceará realiza Seminário “Chapada do Araripe Patrimônio da Humanidade”

28

O soldadinho-do-araripe é uma ave descoberto em 1996 na Chapada do Araripe-CE - Foto Augusto Pessoa.

Com o tema Cultura e Natureza para o Desenvolvimento Regional, será realizado pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), na próxima terça-feira (7), o Seminário “Chapada do Araripe Patrimônio da Humanidade”. A atividade ocorrerá no Centro de Convenções do Cariri, em Crato, e contará com a presença do secretário da Cultura do estado, Fabiano Piúba, do reitor da Universidade Regional do Cariri (Urca), Lima Júnior, de prefeitos e secretários da região do Cariri, além de representantes de instituições parceiras.

Na ocasião, será realizada a assinatura da Carta Chapada do Araripe como Patrimônio da Humanidade: um projeto para o desenvolvimento econômico e sustentável da região e o papel dos municípios e das instituições sociais, a fim de que seja repactuada a Campanha da Chapada do Araripe como patrimônio da humanidade. Este evento é resultado da parceria com a Fundação Casa Grande, GeoPark Araripe, Universidade Regional do Cariri (URCA), Fecomércio Ceará, Instituto Dragão do Mar (IDM) e Instituto Mirante, além das secretarias estaduais de Meio Ambiente (Sema) e de Turismo (Setur).

“A Chapada do Araripe é um patrimônio cultural e natural cearense. Todos nós sabemos e temos esse pertencimento. A proposta de chancela de patrimônio da humanidade pela UNESCO, proposição que reúne a SECULT Ceará com a Fundação Casa Grande, URCA e Fecomércio,  faz parte de um projeto estratégico para o desenvolvimento econômico e sustentável da região, compreendendo a diversidade cultural do Sertão do Cariri e a riqueza natural da Chapada do Araripe. Na verdade, trata-se de uma oferta cariense para o mundo, pois já nos reconhecemos como patrimônio da humanidade. É um presente do Ceará para o Brasil e para o mundo. Nesse processo, ao longo dos últimos anos, desenvolvemos com a URCA uma pesquisa para subsidiar o dossiê da candidatura e aprovamos no Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural do Ceará – COEPA/SECULT, a chancela estadual da Chapada do Araripe como Paisagem Cultural Cearense. Estaremos também renovando o pedido junto ao IPHAN, para que nosso território se insira na lista indicativa do Brasil para Patrimônio da Humanidade da UNESCO. O Seminário é mais um passo nessa empreitada. Nosso objetivo, além do debate e da reflexão em torno desse grandioso projeto, é renovar o compromisso político e a corresponsabilidade institucional do Governo do Estado com as prefeituras e instituições acadêmicas, sociais e culturais da região para integração de esforços e pactuação pelo reconhecimento internacional de nossa candidatura, bem como para a gestão compartilhada deste território mágico, sagrado de expressão e de pertencimento de nossa identidade cultural. Para tal, sairemos do seminário com a Carta Chapada do Araripe, assinada por um conjunto de instituições comprometidas com o desenvolvimento social, econômico e sustentável da região”, destaca o secretário da Cultura Fabiano Piúba.

Com o objetivo de pactuar e mobilizar institucional e politicamente a região, com seus atores sociais e culturais, incluindo instituições públicas, privadas e do terceiro setor, a fim de renovar o pedido junto ao Iphan para inclusão na lista de indicação da Chapada do Araripe como patrimônio a ser reconhecido pela Unesco, o evento possibilitará o debate sobre o projeto da Chapada do Araripe na perspectiva do desenvolvimento econômico, social e sustentável para a região, pensando em como a candidatura da Chapada do Araripe tem a ver com o desenvolvimento da região.  “Consideramos a potencialidade de patrimônio cultural, pois o sertão do Cariri é rico em sua diversidade artística, cultural, e de expressões e manifestações populares e tradicionais, mas também possui uma riqueza enquanto patrimônio natural”, ressalta Fabiano.

O Ceará é um dos estados pioneiros com lei específica, sancionada pelo então governador Camilo Santana, para a Chancela de Paisagem Cultural Cearense. A Chapada do Araripe  teve aprovada, em 10 de março, pelo Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural do Ceará (Coepa) a primeira chancela como Paisagem Cultural do Ceará.

Programação

Além da assinatura da carta, o evento traz uma programação mais técnica, que inicia no dia 6, no Complexo Ambiental Mirante do Caldas, com especialistas que irão compartilhar os avanços e o percurso até o atual momento, tanto da pesquisa feita sobre a Chapada quanto da criação da Chancela Estadual de Paisagem Cultural. A partir daí, serão definidos conceitos, métodos e estratégias políticas e institucionais junto ao Iphan, a Unesco e outras instituições, tendo a meta de que, ainda neste ano, a Chapada do Araripe seja inserida na lista das candidaturas do Brasil.

O segundo dia de seminário trará atividades abertas ao público, com mesas  sobre a lei da paisagem cultural, o patrimônio da humanidade, com o compartilhamento de experiências e o debate sobre o significado e a relevância desta Chancela.  O evento contará com nomes como a arquiteta urbanista, consultora em patrimônio e políticas culturais, Jurema Machado, que já foi diretora da Unesco no Brasil e presidenta do Iphan, representando a Universidade de Coimbra estará presente a pesquisadora Conceição Lopes e, ainda, o consultor e especialista em Patrimônio Cultural Luiz Fernando Lopes. O Seminário tem a curadoria do sociólogo Juca Ferreira, ex-ministro da Cultura.

Pensando no desenvolvimento sustentável, cultura e meio ambiente, o evento contará ainda com uma mesa com o biólogo e presidente do Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS), João Paulo Capobianco, ex-secretário Nacional de Biodiversidade e Florestas e Secretário Executivo do Ministério do Meio Ambiente entre 2003 e 2008, além de apresentações de instituições da região que falam sobre como cada ambiente e espaço poderá colaborar para o plano de gestão e desenvolvimento da Chapada do Araripe como patrimônio da humanidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here