Professores realizam vigília para cobrar pagamento de quinquênio

21








Normal
0


21


false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE
















































































































































































































































































































































































































/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:8.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:107%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-language:EN-US;}

Os professores e servidores municipais da cidade de Paracuru continuam na luta contra o descaso da Prefeitura. Liderados pelo Sindicato APEOC, os profissionais realizarão na última quarta-feira (27) uma vigília em frente à sede da Prefeitura Municipal exigindo o pagamento dos quinquênios, a partir das 18h.


O ato é para protestar contra a retirada do benefício da folha de pagamento de setembro. Os profissionais voltaram a trabalhar nesta quarta após paralisarem as atividades desde sexta-feira (22) com protestos nas ruas contra a negligência da gestão atual. Uma reunião entre uma comissão de negociação e o Executivo ocorreu na última terça-feira (26), onde o prefeito Ribamar Batista, mesmo após as mobilizações, negou-se a negociar com a categoria. Participaram do encontro o assessor político do Sindicato APEOC, Kim Lopes; e o assessor jurídico, Ítalo Bezerra.


Após uma reunião com os profissionais da Educação e demais servidores, uma agenda de mobilização foi feita. Na próxima quarta-feira (04), uma nova assembleia com os professores decidirá se a categoria entrará em greve ou não.


Agenda de Mobilização


28/09 – Manifestação em frente à sede da Câmara Municipal de Paracuru, a partir das 18h;


29/09 – Manifestação na Praça do Campo de Aviação, a partir das 18h;


02/10 – Manifestação na Praça do Gaseza, a partir das 18h;


03/10 – Mobilização na Praça de Eventos, a partir das 20h;


04/10 – Assembleia Geral dos professores, sem local e horários definidos.