Motoristas de táxi de Fortaleza protestam contra clandestinos

21


Os motoristas de táxi de Fortaleza se concentram na rotatória da Avenida Aguanambi, na manhã desta quinta-feira (17), em protesto contra a circulação de táxis piratas na capital cearense. De acordo com informações do Sindicato dos Taxistas (Sinditaxi), ainda nesta manhã, os motoristas vão seguir até a Câmara Municipal de Fortaleza.


A categoria quer acelerar o processo de votação do projeto de lei que aumenta a multa dos veículos clandestinos. Uma das mãos da avenida, sentido Sertão-Praia, foi bloqueado pelos taxistas. Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC) estão no local e orientam motoristas, mas um congestionamento já se formou.


Reivindicações

Além do aumento da multa, de R$ 600 para mais de R$ 2.800, os taxistas cadastrados querem a intensificação da fiscalização da AMC para esse tipo de transporte; liberação dos táxis na faixa exclusiva para ônibus localizada na Avenida Bezerra de Menezes; e a proibição do aplicativo Uber.


O Sinditaxi estima que existam mais de 2 mil táxis piratas circulando em Fortaleza. Já a frota de táxis credenciados é de 4.882 veículos, deste total, cerca de 200 já se concentrava na Avenida Aguanambi por volta de 7h desta quinta-feira, segundo o sinditaxi.