Moro retira pré-candidatura à Presidência e deve concorrer a Câmara dos Deputados

140

O ex-ministro Sergio Moro comunicou a filiação ao União Brasil e a desistência da pré-candidatura à Presidência da República. Em postagem nas redes sociais, ele disse que a decisão deve “facilitar as negociações das forças políticas de centro democrático em busca de uma candidatura presidencial única”.

“O Brasil precisa de uma alternativa que livre o país dos extremos, da instabilidade e da radicalização. Por isso, aceitei o convite do presidente nacional do União Brasil, Luciano Bivar, para me filiar ao partido e, assim, facilitar as negociações das forças políticas de centro democrático em busca de uma candidatura presidencial única”, escreveu.

“A troca de legenda foi comunicada à direção do Podemos, a quem agradeço todo o apoio. Para ingressar no novo partido, abro mão, nesse momento, da pré-candidatura presidencial e serei um soldado da democracia para recuperar o sonho de um Brasil melhor”, finalizou.

Moro enfrentava resistência no União Brasil para manter a intenção de concorrer à Presidência. O partido é resultado da fusão de PSL, sigla pela qual Jair Bolsonaro se elegeu presidente em 2018, e DEM e mantém divisão com relação ao ex-juiz da Lava-Jato. Secretário-executivo do União Brasil, ACM Neto, da ala do DEM, assinou uma nota mais cedo ressaltando que Moro seria bem-vindo à sigla, mas sem garantia de candidatura presidencial.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here