Mais de 700 ex-alunos da rede pública do Ceará são beneficiados com bolsa universitário

7


O Ceará consolidou passo pioneiro para a Educação dos jovens do Estado nesta quinta-feira (19). Em evento realizado na sede da Secretaria da Educação (Seduc), ex-alunos da rede estadual assinaram o termo de compromisso para tornar efetivo o recebimento do benefício do Avance – Bolsa Universitário. O programa vai ajudar, através de auxílio financeiro, a melhorar as condições de acesso à universidade dos estudantes egressos do Ensino Médio em escolas públicas estaduais. O governador Camilo Santana presidiu a solenidade, acompanhado da vice-governadora, Izolda Cela, e do secretário da Educação, Idilvan Alencar.


Os beneficiados pelo auxílio receberão uma bolsa no valor de R$ 937,00 durante um semestre do primeiro ano do Ensino Superior – ou a metade desse valor durante doze meses, à escolha do selecionado. Os alunos podem estar matriculados em cursos de graduação de instituições públicas ou privadas credenciadas pelo Ministério da Educação. Camilo Santana destaca que está é uma ação inovadora no Brasil e que será fundamental para o desenvolvimento educacional e a diminuição da evasão escolar entre alunos de baixa renda.


A nossa ideia é apoiar os alunos da rede pública estadual, para que eles não desistam nunca do sonho de concluir um curso superior. Esse é o papel do Estado. É acolher, proteger, estimular, incentivar. Essa é uma política pioneira e inovadora que estamos começando no Ceará, e queremos ampliar cada vez mais para garantir oportunidades para os jovens cearenses, disse o governador.


Nesta etapa inicial do Avance, 748 estudantes atingiram os critérios exigidos na seleção. Destes, 734 estudam em instituições localizadas no Ceará. O restante está na Paraíba (8), Piauí (4), Rio Grande do Norte (1) e São Paulo (1). Em 2017, o Avance foi destinado a 1.000 estudantes. Conforme aponta o edital, o candidato precisa ser de família beneficiária do Programa Bolsa Família do Governo Federal; ter obtido média igual ou superior a 560 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem); ter se formado nos últimos 2 anos na rede pública estadual; e estar cursando o primeiro ano do ensino superior em qualquer instituição pública ou particular.



Fonte: Governo do Ceará

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here