Fortaleza registra a segunda maior chuva de 2017

21


A terça-feira (31), amanheceu chuvosa para os fortalezenses. A chuva banha a cidade desde o início da manhã. Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), nas últimas 24 horas, choveu 29,6 milímetros na cidade, deixando a capital em terceiro lugar, no índice de precipitações no Estado.


Ainda segundo a Funceme, esta foi a segunda maior precipitação registrada este ano na capital, perdendo apenas para o último 8, quando choveu 55,6 milímetros.


Existem pontos de alagamento espalhados em vários locais onde existe grande circulação de veículos, como avenida Beira Mar, avenida José Bastos, avenida Carapinima, avenida Washington Soares, avenida 13 de Maio, avenida Domingos Olímpio, entre outros.


No entorno do prédio da Santa Casa de Misericórdia, no Centro, carros que estão estacionados, ficaram submersos. A situação é semelhante ao que aconteceu no início do ano, na avenida Aguanambi, em Fortaleza.


A pré-estação chuvosa cearense chega ao fim hoje, com cerca de 102,7 mm de precipitações nos meses de dezembro de 2016 e janeiro deste ano. Muito menor do que a média do ano passado, de 203 mm nos dois meses, as chuvas serviram para amenizar o processo de evaporação dos reservatórios e amenizar o calor, o que incide na diminuição do consumo de água. Se até março não chover de forma considerável no Ceará, a água que hoje é direcionada à agricultura, principalmente na região do Vale do Jaguaribe, será reduzida.


Veja quanto choveu em alguns municípios: 


Nova Olinda, na regiçao do Cariri, registrou a maior chuva até agora com 42mm;


Altaneira, localizado na Região do Cariri, onde choveu 30,5 milímetros. 


Acopiara, 13.0 mm; 


Pereiro, 10.6 mm (região Jaguaribana); 


Acarape, Maciço de Baturité com 10.0 mm;


Araripe, 10.0 mm (Sertão Central e Inhamus);


Santana do Cariri, 6.0 mm (Cariri).


E vem mais chuva por aí, a previsão para essa quarta-feira, 1 de fevereiro é nebulosidade variável com chuvas em todas as regiões do Ceará ao longo do dia.



Com informações Funceme