Fagner e Zeca Baleiro partem para uma nova parceria

20


Fagner e Zeca Baleiro partem para uma nova parceria


Em 2014, quando lançava seu último álbum de estúdio, “Pássaros Urbanos”, Fagner disse à Folha que Zeca Baleiro poderia agora ocupa esse espaço que Belchior teve em sua vida, numa forte parceria. Na década passada, a dupla fez turnê e lançou CD e DVD. “A coisa mais bacana que acontece comigo hoje é a química com o Baleiro. A gente se entende bem, vamos acabar fazendo uma sequência desse trabalho, conta Fagner.


Uma década antes, em 2003, Fagner e Baleiro gravaram um álbum juntos, que eles mesmos chamavam de “um disco de boêmios”, sem preocupações comerciais.
“Raimundo Fagner & Zeca Baleiro” deu muito certo. A dupla saiu em turnê, que rendeu um DVD no ano seguinte.


Na última semana, às margens do rio São Francisco em Juazeiro (BA), onde participou do show de encerramento do Festival Internacional a Sanfona, Fagner antecipou que um novo disco com o Zeca está a caminho. Ele disse que trabalha em duas frentes: o novo álbum com Baleiro, envolvendo também nomes da nova geração da MPB, e um disco sozinho, para o qual já tem três músicas prontas. Estou sempre gravando novas melodias no celular, diz o cearense.


Vale lembrar que Baleiro também foi o produtor do disco ao vivo que Fagner gravou com Zé Ramalho, em 2014.


Por Thales de Menezes