Estátua do Padim Ciço recebeu iluminação vermelha em alusão ao “Dezembro Vermelho”

21


O cartão postal da cidade de Juazeiro do Norte a estátua do Padre Cícero, com 27 metros de altura construída no alto da Colina do Horto, recebeu iluminação vermelha em alusão ao “Dezembro Vermelho”, uma campanha de prevenção à Aids. Nos meses de outubro e novembro, o monumento recebeu as cores rosa e azul, respectivamente.


Ao longo deste mês, haverá uma série de atividades de prevenção contra o vírus da AIDS, incluindo rodas de conversas, palestras, blitz educativas, fórum temático e ainda a entrega da primeira comenda laço vermelho.


As ações visam reduzir o alto número de casos registrados em Juazeiro do Norte, maior município do Cariri. De acordo com o Coordenador do Programa DST/AIDS, Ronildo Oliveira,três diagnósticos de novos casos por semana são registrados em média na cidade. Conforme explica, muitos portadores do vírus HIV que nem mesmo sabem da doença.


Em todo o Brasil, já são mais de 825 mil pessoas vivendo com o vírus HIV, enquanto uma estimativa aponta que cerca de 110 mil não sabem que estão infectados.


No Crato, dois novos casos, em média, são diagnosticados por semana. O número elevado se dá pelo fato de as duas cidades serem referência para outros municípios circunvizinhos. A maior parte dos infectados são jovens com idade entre 15 e 24 anos.


Entre os anos de 1983 a 2014, a região apresentou 14.732 casos da doença. Ainda segundo o coordenador do Centro de Infectologia de Juazeiro, o motivo do aumento é, sobretudo, pela ausência no uso de preservativos durante as relações sexuais.


Falta informação e conscientização dos perigos dessa doença silenciosa que ainda mata 12 mil pessoas por ano no Brasil, acrescenta Romildo. A tonalidade avermelhada instalada na estátua de 27 metros, terceira maior estátua em concreto do mundo, permanece até o final do ano quando a campanha se encerra.