Destaque em “Bacurau”, Rodger Rogério regrava músicas do LP “Chão Sagrado”, lançado por ele e Téti em 1975.

131

Rodger Rogério e Téti, mestres da geração de músicos que saiu de Fortaleza para buscar espaço na indústria do disco no começo dos anos 70 e viria se tornar conhecida por “Pessoal do Ceará”, estão tendo seu LP “Chão Sagrado”, 1975, revisitado em um projeto de memória, incluindo lives-debate e novas gravações de músicas do álbum.

“Chão Sagrado Revivido” é o nome do projeto, fomentado com recursos da Lei 14.107 Aldir Blanc, por meio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor). O projeto produziu um especial audiovisual e quatro lives sobre o disco. Todo o material está disponível no YouTube Radiadora Cultural, incluindo novas gravações das canções em estúdio, com registro audiovisual, por Rodger Rogério. Téti contribuirá em atualização do material a ser feita em breve, com depoimento sobre o disco e também estará presente em vídeos e gravações históricas, reunidas no álbum e em outros meios.

O especial audiovisual estreou sábado, 12/2, às 20h, no YouTube da Radiadora, produtora cultural do compositor, poeta, dramaturgo e produtor Alan Mendonça. A direção é de Allan Diniz, profissional audiovisual reconhecido pela produção de clipes e outros projetos ligados à música. A edição é de Levy Mota e Dalwton Moura. A produção executiva do projeto está a cargo de Alan Mendonça e dos compositores Rogério Franco e Dalwton Moura.

Antecipando a estreia do show-documentário, foi realizada uma série de quatro lives-debate. Alan Mendonça, Rogério Franco e Dalwton Moura receberam nas lives, também disponíveis no YouTube da Radiadora, convidados como a cantora, compositora e pesquisadora Jord Guedes, o DJ, pesquisador e colecionador de LPs Alan Morais, o cineasta, poeta e pesquisador Nirton Venâncio. 

Os arranjos originais das músicas do disco foram transcritos e adaptados pelo maestro Luciano Franco, que participa da gravação tocando contrabaixo e dividindo a direção musical com Rogério Franco (violão). Robson Gomes (teclado e acordeom) e Jefferson Portela (percussão) completam o grupo, com a voz de Rodger Rogério recriando as canções do disco de 1975, cuja faixa-título é uma parceria de Rodger e Belchior. 

A gravação do especial audiovisual, realizada no estúdio Som do Mar, na Praia de Iracema, em Fortaleza, aconteceu sem público presencial e com a observação dos protocolos de prevenção à Covid-19. Esse material histórico para a música de Fortaleza será exposto e amplamente divulgado nas redes sociais do projeto e dos artistas envolvidos.

Parceiros históricos reunidos no disco

O disco “Chão Sagrado” traz também composições de Rodger Rogério em parceria com Dedé Evangelista, Brandão, Pepe Capelo, Augusto Pontes e Fausto Nilo. Além de uma composição de Petrúcio Maia e de um clássico de Luiz Assunção e Evenor Pontes. Os arranjos e a regência foram do maestro Háreton Salvanini e a produção, coordenação e direção de estúdio de Walter Silva, o DJ e produtor cultural conhecido por Pica-pau, fundamental para a gravação dos discos “Meu Corpo, Minha Embalagem, Todo Gasto Na Viagem” (“Pessoal do Ceará”), de Rodger, Téti e Ednardo, lançado em 1973, e “Chão Sagrado”, de Rodger e Téti, lançado em 1975.

SERVIÇO:
Especial audiovisual “Chão Sagrado Revivido”. Rodger Rogério canta em estúdio 9 das 12 canções do disco lançado por ele e Téti em 1975. Especial traz também entrevista inédita com Rodger. Projeto inclui quatro lives-debate sobre o disco e sobre a obra de Rodger e Téti. Disponíveis no YouTube da Radiadora Cultural. Projeto fomentado com recursos da Lei 14.107 Aldir Blanc, por meio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here