Danilo Forte e outros deputados podem ser expulsos do PSB na próxima semana

6


Danilo Forte já foi vice-líder do Michel Temer na Câmara dos Deputados


O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, convocou reunião dos membros do Diretório Nacional para a próxima segunda-feira (16), às 19h, em Brasília.


Serão julgados os processos disciplinares contra a atual líder do partido na Câmara, a deputada Tereza Cristina (MS), o ministro de Minas e Energia, deputado Fernando Coelho Filho (PE), o deputado Fábio Garcia e o deputado cearense Danilo Forte, que descumpriram o fechamento de questão unânime da Executiva Nacional e do Diretório Nacional do partido ao votar a favor da reforma trabalhista na Câmara dos Deputados.


O deputado federal Danilo Forte está em seu segundo mandato na câmara federal, concorreu à vaga de deputado pelo PMDB, no inicio dos anos 2000 foi filiado ao PCdoB, em 2015 assumiu a direção do PSB do Ceará, que perdeu o comando do partido por ser a favor das reformas propostas pelo governo Michel Temer.


O deputado pode desembarcar no DEM pelas mãos do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O parlamentar, que ainda briga para tenta retomar o controle do PSB por via judicial, está avaliando o convite e o cenário político, de acordo com amigos próximos. Ele também recebeu proposta do PPS.


Todos eles estão negociando a saída do PSB, ainda esperam a janela partidária do ano que vem para concretizar a decisão. Cerca de dez deputados governistas do partido já dão como certa a ida para o partido Democratas – DEM.