Audiência Publica discute vigilância nas agências de autoatendimento bancário

19


Plenário da Câmara Municipal de Vereadores de Juazeiro do Norte 


Segurança dentro das agências bancarias é uma pauta constante nos noticiários. Para debater a implantação da Lei 16.041/2016, o mandato da deputada estadual Augusta Brito (PCdoB) realizará, em conjunto com o mandato do vereador Gledson Bezerra, audiência pública para tratar o assunto. A audiência acontecerá na Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, na próxima sexta feira, 18, ás 14 horas.


Em 2016, foi sancionada a Lei 16.041, de autoria da deputada Augusta, onde as agências bancárias estabelecidas no Estado do Ceará devem possuir salas de autoatendimento, ficam obrigadas a manter vigilância armada com profissional habilitado e registrado nos órgãos competentes, no período das 6h às 22h, todos os dias da semana, inclusive sábado, domingo e feriados, de modo a permitir aos clientes e usuários proteção e segurança em suas operações financeiras.



Para o presidente do Sindicato dos Vigilantes, Daniel Borges, a lei deve ser cumprida como forma de coibir ações como as saidinhas bancarias ou instalações de aparelhos que roubam dados dos clientes, conhecido como chupa-cabra.A vigilância no autoatendimento é uma forma de deixar o usuário mais seguro, além de coibir atos como a instalação de chupa-cabra. Outro ponto que deve ser levado em consideração é a geração empregos para essa categoria, ressalta.


A segurança nas agências, também, conta a Lei 14.961 de 2011, que prevê no Ceará, a instalação de divisórias individuais entre os caixas, espaço reservado para clientes que aguardam atendimento, instalação de câmeras de seguranças e a proibição do uso de celulares. Na maioria das agências essa determinação é cumprida.


Por Hariádina Salveano