Aprece sedia Seminário do 1º Prêmio ODS Brasil

19


Foi realizado, nesta sexta-feira (18), na sede da Aprece, o Seminário do 1º Prêmio ODS Brasil. O evento de lançamento da iniciativa vem sendo realizado em todos os Estados da federação. O objetivo da premiação é incentivar, valorizar e dar visibilidade a práticas que contribuam para o alcance das metas da Agenda 2030 em todo o território nacional.


Contando com o apoio local da Aprece, o evento foi aberto pelo prefeito de Reriutaba, Osvaldo Neto, representando o presidente da entidade, Gadyel Gonçalves. Na oportunidade, ele parabenizou o do Governo Federal pela idéia do Prêmio, salientando que no Ceará existem diversas iniciativas bem sucedidas dentro dos eixos dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e que a Aprece apoiará sempre toda e qualquer ação que possa disseminar essas práticas.


Representando o Governo do Estado na ocasião, o secretário do Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMA), Artur Bruno, declarou o engajamento do poder público estadual no movimento, ressaltando que o Ceará certamente tem muito a contribuir com a tradição de ser referência em várias áreas, a exemplo da Educação.


O vice-presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-CE), conselheiro Rholden Botelho de Queiroz, frisou que o foco maior dos ODS e, consequentemente do Prêmio, é o ser humano em suas mais diversas necessidades. “O Tribunal faz questão de exercer seu papel nessa causa que é de todos nós”, disse. Para Agenor Lopes da Silva, presidente da União Geral dos Trabalhadores do Ceará (UGT-CE), os ODS dizem respeito a todos os cidadãos, sendo necessário envolver todos os setores da sociedade na luta por atingi-los.


Emmanuel Alves, Coordenador do Curso de Gestão Desportiva e Laser do Instituto Federal do Ceará (IFCE), defendeu que muito da construção do desenvolvimento sustentável almejado para o país nasce direto nas escolas e instituições de ensino. De acordo com ele, várias pesquisas científicas dão parâmetros fundamentais para direcionar os trabalhos dos mais diversos setores para o alcance dos ODS. Verbena Medeiros, Coordenadora de Sustentabilidade da Unimed Fortaleza e Coordenadora dos Movimentos ODS Ceará, reforçou a necessidade de que todos os setores e pessoas envolvidas se tornem verdadeiros multiplicadores dessa ação.


Pedro Gomes de Matos, Chefe de Gabinete da Subchefia de Assuntos Federativos da Presidência da República, agradeceu a Aprece pela acolhida e mobilização para a realização do evento, bem como a todos os demais parceiros. “É importante ressaltar que esse é um projeto de Estado e não de Governo, de modo que é fundamental que os ODS estejam de fato presentes no dia a dia das pessoas, em todos os municípios“, acrescentou, lembrando colaborações como a da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), que disponiliza um diagnóstico específico mostrando a situação de cada município no que diz respeito aos ODS.


A apresentação da Agenda 2030, da Comissão Nacional para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, do Plano de Ação; e do 1º Prêmio ODS Brasil foi realizada pela diretora do Departamento de Relações Políticas Sociais da Presidência da República, Carmem Silva Bueno.


Em seguida, foram apresentadas duas práticas bem sucedidas: “Rede de Segurança Alimentar e Nutricional – Garantia do Direito Humano à Alimentação Adequada”, da prefeitura de Maracanaú; e “Programa Jovem Empreendedor Rural”, da ONG Agência de Desenvolvimento Econômico Local (ADEL).


Confira Apresentação do Prêmio.


Confira abaixo as apresentações das práticas:


Apresentação AdelApresentação Maracanaú