QUEM SOMOS CONTATO
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão


Notícias - Brasil

08/06/2018
ELEIÇÕES 2018

Haddad fica em 2º lugar em pesquisa que o indica como candidato de Lula

 

Nanico nas pesquisas convencionais para presidente da República, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) salta para o segundo lugar, com 11% das intenções de voto, em uma simulação que associa sua eventual candidatura à figura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A constatação aparece no relatório de uma pesquisa telefônica que ouviu mil pessoas, realizada entre os dias 4 e 6 de junho pelo Ipespe por encomenda da XP Investimentos. O material foi distribuído na noite desta quinta-feira (7) a um grupo de “clientes institucionais” da corretora.

O instituto testou quatro cenários eleitorais. Haddad marca 3% quando seu nome é citado isoladamente, sem associação com Lula. Nesse quadro, o deputado Jair Bolsonaro (PSL) lidera isolado com 22%, seguido por Marina Silva (Rede), com 13%, Ciro Gomes (PDT), 11%, Geraldo Alckmin (PSDB), 8%, e, Alvaro Dias (Podemos), 6%. Outros concorrentes somaram, juntos, 3%.

Numa outra simulação, os pesquisadores leram os nomes dos pré-candidatos normalmente, mas usaram a expressão “Fernando Haddad apoiado por Lula” no momento de mencionar o petista como opção. Bolsonaro continuou líder, mas agora com 21%. Haddad ficou em segundo lugar com 11%, percentual idêntico ao obtido por Marina. Ciro marcou 9%, Alckmin, 8%, Alvaro Dias, 6%. Outros nomes somaram 6%.

“Usamos essa estratégia de pesquisa justamente para tentar antecipar o crescimento de Haddad quando ele receber o apoio de Lula”, disse a diretora-executiva do Ipespe, Marcela Montenegro, em entrevista ao Valor. “Não dá para supor que um nome apoiado por Lula tenha só 3%.”

O Ipespe não faz simulações com outros personagens que eventualmente poderiam ser apoiados pelo ex-presidente, como os ex-ministros Jaques Wagner e Patrus Ananias ou a senadora Gleisi Hoffmann (PR). Mas, por via das dúvidas, testou um cenário com o próprio Lula candidato, conforme vem sendo defendido pela direção do PT. Nessa simulação, o petista lidera com 30%. Bolsonaro fica em segundo com 20%, seguido de Marina, com 10%, Alckmin, 7%, Ciro, com 6% e Alvaro Dias, 5% – outros, 6%.

Os pesquisadores fizeram ainda uma simulação sem nenhum petista no rol de candidatos. O resultado apurado foi Bolsonaro líder isolado com 23%, Marina, com 13%, Ciro, 11%, Alckmin, 9%, Alvaro Dias, 7%, e, outros concorrentes, 4%.

A XP contratou o Ipespe para fazer rodadas semanais de pesquisas telefônicas para presidente até outubro. A partir de agosto, a amostra subirá para 2 mil entrevistas, o que proporcionará uma redução na margem de erro. (…)

(Valor)

 

Última atualização: 08/06/2018 às 19:21:07
 

Notícias Relacionadas

09/08/2018    Haddad vence resistências e seu nome começa a unir PT
02/08/2018     Convenção do PCdoB lança Manuela presidenta e no Ceará apoia Camilo
01/08/2018    PSB deve confirmar neutralidade na convenção nacional do partido
25/07/2018    Luizianne se colocou à disposição para disputar o Senado
24/07/2018    Ex-ministro, Gilberto Carvalho debate eleições em Fortaleza
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente esta notícia

Nome:
Nome é necessário.
E-mail:
E-mail é necessário.E-mail inválido.
Comentário:
Comentário é necessário.Máximo de 500 caracteres.
código captcha
Código necessário.

Comentários

Seja o primeiro a comentar.
Basta preencher o formulário acima.

www.igenio.com.br
Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados