QUEM SOMOS CONTATO
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão


Notícias - Municípios

14/11/2017
DIÁLOGO MUNICIPALISTA

Aprece discute com prefeitos proposta sobre atenção ao trauma no Ceará

 

Debater uma proposta elaborada pela Aprece sobre a Situação da Atenção ao Trauma no Ceará a ser apresentada ao Governo do Estado. Esse foi o objetivo de reunião realizada, na tarde desta segunda-feira (14), na sede da entidade, com prefeitos e secretários municipais de Saúde de várias regiões do Estado.

O encontro foi aberto pelo vice-presidente da Aprece, o médico Nilson Diniz, prefeito de Cedro. Na oportunidade, ele enfatizou a importância de encontrar uma solução efetiva e urgente para o problema da dificuldade de prestação de atendimento nos equipamentos públicos de saúde em traumato-ortopedia, agravada pelo progressivo aumento da violência e dos acidentes de trânsito, notadamente os envolvendo motocicletas.

A proposta da Aprece, apresentada pelo consultor em Saúde da entidade, João Ananias, ex-secretário de Saúde do Estado, visa prioritariamente fortalecer a rede de Hospitais de Pequeno Porte (HPP) e Hospitais Pólo no interior, aumentando a capacidade resolutiva, conforme necessidade de cada região. Também aponta a necessidade de ampliação de leitos de retaguarda no Estado, incluindo o incentivo a parceria com os hospitais privados, com ou sem fins lucrativos, pincipalmente leitosde longa permanência, Traumatologia e Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

"A proposta da Aprece é baseada numa lógica assistencial, que reforça a integração dos Serviços de Urgência/Emergência em traumato-ortopepedia, com o intuito de funcionarem como ‘cinturões de contenção’ no entorno dos Hospitais Macrorregionais e Hospitais Terciários. No aumentoda resolutividade dos mesmos, impactando na agilidade e melhoria desses serviços, que hoje representam grande gargalo e enorme problemae desgaste para os gestores Municipais e Estadual. Além de amenizar ograve sofrimento dos usuários do SUS, que são submetidos a longas esperas, bem como mutilações com sequelas permanentes e óbitos, explicou João Ananias.

Durante o encontro na Aprece, que contou com a participação de representantes do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Ceará (Cosems/CE), cada detalhe das proposições da Aprece foi discutido e debatido. Esse foi um momento inicial de diálogo, sobre as sugestões da Aprece para melhorar a quantidade e a qualidade dos atendimentos prestados na área em todo o Ceará.

---

Fonte: Associação do Municípios do Ceará - Aprece

 

Última atualização: 14/11/2017 às 15:50:27
 

Notícias Relacionadas

16/10/2017    Iniciativas e boas práticas para uma gestão de qualidade
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente esta notícia

Nome:
Nome é necessário.
E-mail:
E-mail é necessário.E-mail inválido.
Comentário:
Comentário é necessário.Máximo de 500 caracteres.
código captcha
Código necessário.

Comentários

Seja o primeiro a comentar.
Basta preencher o formulário acima.

www.igenio.com.br
Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados